Image and video hosting by TinyPic

Bicicletar terá mais cinco estações a partir desta segunda, em Fortaleza

Cinco novas estações do projeto “Bicicletar”, o sistema de Bicicletas Compartilhadas, serão ianuguradas nesta segunda-feira (23), em Fortaleza. As novas estações são: Torres Câmara (Rua Joaquim Nabuco, próximo à Torres Câmara); FIC Aldeota (Rua Visconde de Mauá, próximo à Rua Gal. Tertuliano Potiguara); Assembleia Legislativa (Rua Barbosa de Freitas, próximo à Av. Pontes Vieira); Praça da Imprensa (Av. Antônio Sales, próximo. Av. Des. Moreira) e Praça das Flores (Rua Barbosa de Freitas, próximo à Av. Pe. Antônio Tomás).

Com a incorporação dessas novas estações ao sistema, o público terá mais 50 bicicletas à disposição, totalizando 200 unidades. Nos próximos dias, a Prefeitura de Fortaleza já anunciou a implantação de mais 10 estações, contemplando locais como a Praça do Ferreira, o Dragão do Mar, a Monsenhor Tabosa e o Passeio Público e outros. A expectativa é que, até o fim de março, Fortaleza tenha 40 estações de compartilhamento com 400 bicicletas.

Projeto
O "Bicicletar" foi lançado em dezembro de 2014 com 15 estações. Em cinquenta dias de uso, mais de 40 mil viagens já haviam sido realizadas, uma média de 927 viagens por dia. Segundo o coordenador a prefeitura, a ideia é que a bicicleta possa ser usada pela população não apenas como lazer, mas como um modal alternativo de transporte, principalmente, para viagens de curta e média distância, integrada ao bilhete único.

Como usar
Para utilizar o sistema, os interessados devem se cadastrar por meio do site www.bicicletar.com.br. Durante o cadastramento, o usuário optará por um plano de adesão com taxa diária (R$ 5), mensal (R$ 10) ou anual (R$ 60), informando o cartão de crédito de onde será debitado o valor do plano escolhido.

O usuário do Bilhete Único pode utilizar, gratuitamente, o sistema, desde que também esteja cadastrado. A tarifação dará direito a ilimitados usos de uma hora. Aos domingos e feriados, o tempo de utilização se estenderá para uma hora e meia. Caso seja ultrapassado esse tempo, será cobrada uma taxa adicional de R$ 5 por hora excedente. No entanto, se a pessoa desejar continuar utilizando o meio de transporte e não quiser pagar o adicional, terá a opção de esperar 15 minutos entre o uso e a próxima retirada. O serviço funciona todos os dias, de 5h às 23h59, para a retirada dos equipamentos, e com 24h para devolução.
Share on Google Plus

About Levitas Newss