Image and video hosting by TinyPic

Aos 15, Flávia Saraiva é ouro e prata na Copa de Ginástica



Flávia Saraiva, de apenas 15 anos, mostrou neste domingo por que a ginástica artística do Brasil promete tanto. Em São Paulo, a atleta repetiu o desempenho dos Jogos Olímpicos da Juventude e faturou uma medalha de ouro e outra de prata na Copa do Mundo, no Ibirapuera. Ganhou no solo e foi vice na trave, com a mesma nota que deu à americana Simone Biles o título mundial no ano passado: 15.100.

Se na fase de classificação, sexta-feira, Flávia caiu ao se apresentar na trave, desta vez a brasileira de 1,33 m não desapontou. Levantou o público a cada exercício bem executado e ganhou confiança ao longo da apresentação. Na sequência, Chiunsong Shang, da China, que já havia tirado 15.100 na eliminatória, foi ainda melhor que Flávia, com 15.400. Levou o ouro, deixando a brasileira com a prata.

No solo, a disputa não teve o mesmo nível técnico. Após uma boa apresentação da alemã Elizabeth Seitz (13.400), a primeira a subir ao tablado, as notas foram piorando ginasta após ginasta. Flavinha, que ficou com 13.625, sabia que não precisava de muito para garantir medalha em São Paulo.

O Brasil encerrou a Copa do Mundo em São Paulo com nove medalhas: ouro de Arthur Zanetti(argolas), Flávia Saraiva (solo) e Ângelo Assumpção (salto); prata para Henrique Medina Flores (argolas), Rebeca Andrade (salto), Diego Hypolito (solo) e Flávia Saraiva (trave); além de bronze com Diego Hypolito (salto) e Francisco Barreto (barra paralelas).
Share on Google Plus

About Levitas Newss