Image and video hosting by TinyPic

Veja quais os alimentos que mais subiram no IPCA de abril em Fortaleza

A inflação oficial do país, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) perdeu força e ficou em 0,71% em abril, sendo a menor taxa entre os meses de 2015. Entre meses de abril, no entanto, a taxa é a maior desde 2011, quando ficou em 0,77%.



O grupo Alimentação e Bebidas desacelerou de 1,17% em março para 0,97% no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de abril. Apesar disso, o grupo continuou liderando os impactos no indicador, com contribuição de 0,24 ponto porcentual para a taxa de 0,71% do mês passado.



Com tomate, cujos preços subiram 17,90%, à frente vários alimentos tiveram aumentos significativos em abril, entre eles cebola, feijão-mulatinho, leite longa vida, óleo de soja, alho, queijo, frutas, carnes e pão francês. No sentido contrário, ficaram mais baratos batata-inglesa, mandioca, farinha de mandioca, feijão-preto, feijão-carioca e ovos, entre outros.




Veja na tabela abaixo os alimentos que obtiveram um aumento nos preços em Fortaleza:



Alimentação (variação do mês de abril)

Cereais, leguminosas e oleaginosas
Feijão-macassar(fradinho) 6,33%

Tubérculos, raízes e legumes
Tomate 17,46%

Açucares e derivados
Sorvete 2,44%

Hortaliças e verduras
Alface 9,97%

Frutas
Laranja -pêra 10,0 3%

Carnes
Carne de carneiro 8,35%

Pescados
Peixe-tilápia 10,88%

Carnes e peixes industrializados
Linguiça

Panificados
Pão frânces 2,32%
Share on Google Plus

About Levitas Newss