Image and video hosting by TinyPic

Motoristas fazem fila de carros fora de estacionamento do aeroporto para fugir de preço abusivo

Apenas 15 minutos. A secretária Edilene Silva estacionou o carro no Aeroporto Internacional Pinto Martins e se confrontou com um valor cobrado acima do esperado. O terminal aéreo de Fortaleza agora cobra R$ 9 por hora, proporcionando somente 10 minutos de entrada franca.

O valor é considerado abusivo não só por Edilene, mas por uma boa parte de passageiros que frequenta o aeroporto. Assim como Edilson Lima, empresário do ramo de transportes. Para driblar a cobrança, ele estaciona do lado de fora do terminal.

“Quando demora mais, eu coloco para dentro [do estacionamento]. Mas se demorar pouco, uns 15 minutos, eu deixo ali do lado de fora. A gente corre o risco de ser furtado, né? Mas se colocar aqui dentro a gente é roubado do mesmo jeito”, considera.


“A gente corre o risco de ser furtado, né? Mas se colocar aqui dentro a gente é roubado do mesmo jeito”. (Edilson Lima)

Ao apontar para o local, observa-se uma fila de carros do outro lado da grade, estacionados na via que dá acesso à entrada do estacionamento. Um funcionário de uma companhia aérea – que não quis se identificar – critica que os funcionários que querem colocar o carro no setor interno devem pagar uma taxa mensal de R$ 135. Isso fez com que muitos estacionassem em locais afastados, em frente ao mercado Atacadão, por exemplo.

Sobre a cobrança

Em contato com a Infraero, empresa responsável pelo aeroporto, a assessoria de imprensa explicou que o estacionamento é uma concessão comercial. Dessa forma, a empresa tem autonomia em solicitar o preço que achar necessário.

A Master Park mantém o estacionamento há dois anos. Em contato com a empresa, o setor jurídico informou que não vai comentar o assunto. Ainda salientou que, caso os clientes se sintam prejudicados, devem procurar o órgão de defesa do consumidor.


Fonte: http://tribunadoceara.uol.com.br/
Share on Google Plus

About Levitas Newss