Image and video hosting by TinyPic

Os mitos e verdades do consumo de energia elétrica em casa

Com a crise energética vivida no país, o consumidor já nota a diferença na conta de luz. O engenheiro e professor da Universidade de Brasília, Rafael Shayani, tira algumas dúvidas sobre o uso de aparelhos domésticos e como eles influenciam no consumo em casa.

O carregador gasta energia quando está na tomada sem o aparelho?
Os carregadores atuais são eletrônicos e mais modernos, consomem pouco. Todos eles gastam, mas isso é insignificante na conta. Os antigos, que tinham transformador, consumiam muito mais.

E quando você deixa o aparelho carregando depois que a bateria está cheia?
Quando a bateria está vazia, o carregador puxa energia da tomada para carregar. Quando está cheia, não cabe mais energia e ele para de puxar. O sistema eletrônico verifica o tempo todo se a bateria está cheia ou não; a verificação consome um pouco de energia, mas pouco em relação ao carregamento.

Um aparelho gasta energia enquanto está conectado na tomada, mas desligado?
Não, é o mesmo princípio do carregador. As TVs costumam ter uma pequena luz que fica acesa mesmo com o aparelho desligado. Esse sensor, que recebe os comandos do controle, gasta pouca energia. A tela é o componente que mais consome eletricidade.

O computador tem dois modos quando você não está usando: um que suspende e um que desliga. O que suspende gasta mais energia porque só a tela fica desligada, mas o CPU continua em funcionamento.

Faz diferença tirar os aparelhos da tomada antes de sair de casa?
Na conta de energia, a diferença é pequena porque o consumo é baixo. O número só é significativo quando se considera que milhões de pessoas não têm o hábito de tirar os aparelhos da tomada. A troca das lâmpadas fluorescentes da casa por lâmpadas de LED resulta em economia muito maior. De forma geral, a iluminação gasta mais que o modo stand by dos aparelhos.

O ar condicionado continua sendo o grande vilão do consumo de energia elétrica?
Sim, ele é o terceiro aparelho que mais consome, junto com a geladeira. Uma prática comum é deixar o ar condicionado ligado quando sai de casa para que, ao retornar, o ambiente esteja frio. Como os cômodos não são completamente vedados, o frio escapa pelas frestas e você desperdiça energia (e dinheiro).

Quais são os maiores vilões do consumo de energia?
O chuveiro elétrico é o maior de todos. Depois o ferro de passar, a geladeira e o ar condicionado; a máquina de lavar roupa, principalmente por causa do tamanho; e a iluminação.

Como saber se o aparelho consome energia?
Há uma forma simples: o calor. Tudo que consome muito, esquenta. Carregadores, por exemplo, esquentam enquanto ativos; depois, esfriam. Nas televisões, basta colocar a mão atrás do aparelho para reparar no gasto. Todos os equipamentos que esquentam causam certo desperdício.

Como é possível consumir menos?
A lâmpada de LED é mais eficiente, pois consegue acender com pouca energia. Ela gasta até 10 vezes menos do que outros tipos de lâmpada.


Na hora de usar a máquina de lavar, é aconselhado colocar o máximo de roupas possível de uma vez. Mas fique atento para não ultrapassar o limite de peso estabelecido para cada aparelho!


Pequenas mudanças de hábito fazem muita diferença: desligar as luzes ao sair de um cômodo, tomar banhos mais curtos, abrir e fechar a geladeira sem demora.

E na hora de comprar aparelho?
Fique atento: a TV com tela de LED consome menos que a de plasma.


Além disso, todo aparelho recebe uma etiqueta de acordo com a sua eficiência energética: são cinco barras coloridas que vão da letra A até o E, do verde ao vermelho. Eletrodomésticos foram comparados entre si de acordo com eficiência e consumo. Por exemplo: uma geladeira classificada como A gela igual e gasta menos que as de B, C, D e E. O preço pode ser mais salgado, mas há dois grandes benefícios: a redução na conta de luz, que é ainda mais vantajosa quando consideramos que uma geladeira dura entre 10 e 15 anos; e o impacto no meio ambiente - gastando menos, você reduz os efeitos negativos na natureza, já que toda produção de energia gera impactos, como a emissão de gases de efeito estufa.
Share on Google Plus

About Levitas Newss