Image and video hosting by TinyPic

Homem gasta mais de US$ 200 mil em 21 cirurgias para parecer com a imagem de Jesus




Um homem de 30 anos gastou uma pequena fortuna com cirurgias plásticas faciais para se assemelhar fisicamente à imagem idealizada de Jesus Cristo. E agora, está sob intensas críticas por conta de sua ambição pessoal.

De acordo com informações do Lexington Daily Tribune, Mark Emery já seguiu os passos de Jesus de muitas maneiras diferentes por vários anos, tornando-se carpinteiro, além de estudar leis judaicas antigas e textos religiosos.



Agora, a notícia de que ele gastou mais de US$ 215 mil em dois anos com 21 cirurgias plásticas para mudar sua aparência física vem repercutindo mundo afora. Mark se diz “quase satisfeito” com os resultados dos procedimentos.

“Algumas pessoas compram carros extravagantes ou mansões elegantes. Eu uso meu dinheiro para mostrar meu amor por Jesus, fazendo uma cirurgia parecer mais com ele”, disse Mark Emery, que vive no estado norte-americano de Kentucky.

“Eu tento viver com seu exemplo e ser tão parecido com ele quanto posso. Para mim, agir como Jesus não era suficiente, queria realmente ser como ele e parecer com ele”, acrescentou.


Muitas críticas foram feitas a ele nas redes sociais, seja repudiando ou zombando da tentativa de Mark Emery em se assemelhar a Jesus Cristo. Centenas de pessoas, incluindo vários líderes religiosos, fizeram comentários de reprovação, considerando como “blasfêmia” ou “heresia” seu desejo de imitar fisicamente a aparência projetada no ocidente de Jesus Cristo.

“Os cristãos amam Jesus e tentam agir como ele, não se parecem com ele. Você devia se envergonhar. Isso é ridículo e anticristão”, protestou o pastor John Hagee no Twitter. Outros internautas descreveram a cirurgia de Mark como “ridícula”, uma vez que a aparência física de Jesus Cristo ainda não está clara e ainda está sujeita a muitos debates.

A própria Bíblia não dá descrição física do nazareno no sentido de descrever seu tom de pele, estilo de cabelo ou traços faciais. Muitas teorias foram elaboradas por estudiosos ao longo dos anos, alguns deles incrivelmente rebuscados, afirmando que Jesus poderia ter sido um africano ocidental, egípcio ou meio romano, entre outros, mas nenhuma dessas reivindicações foi apoiada em qualquer prova.

Entre os historiadores, é comumente aceita a tese de que Jesus não tinha ascendência eurpeia, como geralmente é retratado em ícones, quadros e crucifixos. Em vez disso, ele se assemelhava a um homem comum do Oriente Médio, com uma cor de pele ligeiramente mais escura.

Apesar de todas as críticas, Emery diz que ele está realmente feliz com os resultados de suas cirurgias, afirmando que ele agora se sente mais perto do Filho de Deus do que nunca sentiu em sua vida.
Imagem de projeção feita por pesquisadores sugere que a aparência real de Jesus Cristo, um homem nascido há dois mil anos em Nazaré, seria assim
Share on Google Plus

About Levitas Newss