Image and video hosting by TinyPic

Nove mortos em atentado terrorista à igreja evangélica no Paquistão


Dois homens-bomba atacaram uma igreja evangélica na cidade de Quetta, no oeste do Paquistão, neste domingo (17). Pelo menos nove pessoas morreram, e mais de 50 ficaram feridas, segundo as primeiras notícias.
A igreja metodista Bethel Memorial foi invadida perto do meio-dia (horário local). Segundo testemunhas, um terrorista se explodiu no local logo no início do culto. Em seguida, houve um tiroteio e um segundo homem foi morto antes de conseguir detonar seu colete.
Cerca de 400 pessoas estavam no local, segundo a polícia. Quetta é a capital e maior cidade do Baluchistão, província paquistanesa que fica na fronteira com o Afeganistão e sofre com constantes ataques terroristas de extremistas islâmicos.
O ministro do Interior do Baluchistão, Sarfraz Bugti, explicou que “Os terroristas tinham armas e queriam tomar reféns dentro da igreja. A polícia e os guardas do exército impediram que isso acontecesse”. Ele destacou que o Paquistão está travando uma luta contra o terrorismo e que estão esperando mais ataques desse tipo. Forças policiais foram deslocadas para reforçar a segurança nas proximidades de todas as igrejas, por isso conseguiram evitar mais mortes.
Segundo a inspetora geral da polícia Moazzam Ansari, os dois homens-bomba tinham entre 16 e 20 anos e seriam irmãos. O colete suicida que foi desarmado continha 15 quilos de material explosivo. Policiais e soldados evacuaram o templo.
A igreja metodista realizava o “Programa de Natal da Escola Dominical” no momento do ataque. O templo estava cheio de crianças, que foram receber presentes.
O ministro Chefe Sindh, Murad Ali Shah, condenou o ataque e expressou sua solidariedade com as famílias das vítimas. “O ataque à igreja foi um ato covarde de extremistas”, disse ele. Os cristãos são minoria (1,6%) no Paquistão, onde mais de 90% dos cerca de 200 milhões de habitantes é islâmica.
No ano passado, 60 cristãos foram mortas  após a explosão de uma bomba em um parque, onde cristãos comemoravam a Páscoa. O último ataque suicida contra uma igrejas no país ocorreu em 2013, quando 82 pessoas morreram.
Em nota publicada na internet horas após o atentado deste domingo, o Estado Islâmico afirmou ser responsável pelo ataque.

Share on Google Plus

About Levitas Newss