Image and video hosting by TinyPic

Apagão no Norte e Nordeste foi causado por “perda de carga”, diz Operador Nacional

O apagão no Nordeste e em estados do Norte foi causado por uma “perda de carga”, segundo nota do Operador Nacional do Sistema (ONS). A queda de energia, por volta das 15h50, pode ter dimensões ainda não calculadas.

Confira a nota na íntegra:

Hoje, 21 de março, às 15h48, uma perturbação no SIN causou o desligamento de cerca de 18.000MW, majoritariamente localizados nas regiões Norte e Nordeste, correspondendo a 22,5% da carga total do SIN naquele momento. Em consequência da perda de carga, entrou em funcionamento o primeiro estágio do Esquema Regional de Alívio de Carga do Sistema Sul, Sudeste e Centro-Oeste, com corte automático de consumidores, no montante de 4.200MW.

Os sistemas Sul, Sudeste e Centro-Oeste ficaram desconectados do Norte e Nordeste.

Às 16h15 já havia sido realizada a recomposição de praticamente toda a carga no Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

As equipes do ONS estão neste momento dedicadas à recomposição dos sistemas Norte e Nordeste, já em curso.

As causas de desligamento estão sendo investigadas.
Ceará



Em Fortaleza, os semáforos estão apagados e já há congestionamento nas principais vias da cidade.

A Enel Distribuição do Ceará informou que uma interrupção no Sistema Interligado Nacional (SIN) afetou o fornecimento de energia do Ceará. A Companhia aguarda informações do Operador Nacional do Sistema e trabalha para normalizar o serviço.

Na Capital, o Aeroporto Internacional Pinto Martins opera com luzes de emergência. Ainda não há registro de voos cancelados.
Apagão nacional

Está confirmada a falta de energia nos estados de Alagoas, Sergipe, Ceará, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Bahia, Maranhão, todos no Nordeste. No Norte, há relatos de Tocantins, Amapá e Pará.

O Tribuna do Ceará entrou em contato com a Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf). Segundo eles, ainda não há o número exato de cidades atingidas, ainda em processo de apuração.

Nas redes sociais, a hashtag “apagão” é uma das mais usadas no País, com relatos dos internautas sobre a falta de energia.

Causa e Restabelecimento

Segundo nova nota da Enel, a causa do apagão foi uma falha de um disjuntor na subestação Xingú, no Pará. No Nordeste, a recomposição da energia foi mais lento. Somente às 18h55 a carga começou a ser restabelecida. O processo de recomposição, até a divulgação da nota na noite desta quarta-feira, seguia neste patamar.

Fortaleza: 55% da carga religada
Teresina: 50% da carga religada
Recife: 50% da carga religada
João Pessoa: 15% da carga religada
Maceió: 20% da carga religada
Salvador: 30% da carga religada
Aracaju: 25% da carga religada
Natal: 20% da carga religada

A reunião com as empresas envolvidas na análise da perturbação será realizada até a próxima segunda-feira, no ONS, no Rio de Janeiro.
Share on Google Plus

About NANDO CÉSAR